sexta-feira, 16 de março de 2012

Dias gelados numa Paris molhada

O post de hoje não é pra dar dicas incrivelmente novas sobre Paris. Na verdade não é um post de dicas. É uma postagem diário de viagem que mostra um pedaço da nossa última ida a ilha parisi, em dezembro de 2011. Uma viagem sem muito planejamento que fiz com meu irmão mais novo. Por lá encontramos duas amigas nossas de Uberlândia em plena Place Saint Michel, a Gabriela e a Tainá Alvarenga. Mesmo com frio e chovendo, foram dias divertidos que dá saudade ao assistir o vídeo que a Gabi me enviou hoje. Se é que existe alguma dúvida que Paris é um destino excelente, dá o play e boa viagem!

Paris | Dezembro 2011 from gabialva on Vimeo.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Plug-Inn, ótima dica de hostel para se hospedar em PARIS


Sempre tem alguém precisando de um lugar bacana pra se hospedar em Paris. Assim como sempre tem alguém querendo pagar pouco por um quarto na cidade luz. Nenhum dos dois tipos de viajante quer ficar mal hospedado, certo? Pois hoje o Rumo traz uma dica de lugar delícia pra ficar hospedado em Paris. A dica vale tanto pra quem é mochileiro quanto pra quem é, digamos assim, mais exigente.



O Plugg-Inn carrega a alcunha de 'hostel', mas eu facilmente diria que ele tem mais cara de hotel do que de hostel. Claro que não tem as comodidades e o espaço comuns de um hotel, mas ele é bastante novo (algo difícil em Paris) e com acesso fácil a um monte de lugares. Ele fica localizado em Montmartre, uma região que não é exatamente conhecida pelo seu requinte, mas que é uma das minhas preferidas na cidade. A vibe artística e boêmia do lugar conquista qualquer um, incluindo antigos frequentadores da área, como Van Gogh, Toulouse-Lautrec, Monet, Cézanne e Renoir.



Voltando ao hostel, ele fica muitíssimo perto da estação Blanche na linha 2 do metrô. É coisa de andar 3 quarteirões e chegar. Se for sua primeira vez na cidade, você vai se empolgar. Já na saída do metrô vai dar de cara com o Moulin Rouge e, enquanto sobe a Rue Lepic, vai passar em frente ao Cafe des Deux Moulin, do filme da Amelie Poulin.



As instalações são bastante novas e modernas, com algumas texturas metálicas e de pele de animal que te lembram que você está num tipo de hospedagem mais jovem. O quarto que fiquei tinha o essencial. Era um quarto privativo com uma cama de casal bacana, um banheiro pequeno mas bem novo e iluminado. O café da manhã até que surpreendeu, ofereciam pães, o melhor cereal matinal que comi na vida (com gotas de chocolate!), suco de frutas, série de geléias, mel, iogurte e leite. Puxe na memória, dificilmente vai se lembrar de um café da manhã tão completo em um albergue.

O Plug-Inn Montmartre é uma dica que vale a pena. Não conheci os quartos coletivos, mas pelo contexto que vi, devem sim ser uma bela escolha.



  • ÓTIMO, E QUANTO CUSTA?

A diária para duas pessoas em um quarto privado sai por 90€.


  • COMO RESERVAR?

Sugiro sempre um pulo no HostelWorld.com, aqui o link direto do Plug-Inn Paris dentro da comunidade.

Boa viagem!
.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Neve em BARCELONA: dá pra esquiar na capital da Cataluña?


Barcelona definitivamente não é conhecida como destino de inverno de muita gente. Mas sabia que pode ser uma excelente base para férias com esqui? Sério, são 14 estações pertinho de lá. Posso estar enganado, mas acredito que mesmo os mais interessados no esporte não conseguem passar mais de 2 ou 3 dias com as pranchas ou esquis nos pés. E então, o que fazer depois de esquiar? Ué, viajar de 40 minutos a 2 horas e ter uma cidade incrível te esperando pra ser explorada.



Minha última visita à capital catalã contou com um  dia de montanha nevada. Me surpreendi ao descobrir as opções que existem ali perto. As mais próximas são La Molina, Port del Comte e La Masella. Mas a escolha da vez foi Vallnord, que fica no Principado de Andorra. Um pequeno país incrustrado entre a Espanha e o sul da França. Dirigindo pouco mais de 3 horas e passando por uma simples aduana, você chega a Andorra. A viagem por si só é bem divertida, com paisagens bem interessantes e direito a vista do Montserrat (foto acima).



Vallnord tem pistas para todo tipo de esquiador. Desde iniciantes até os malucos que se arriscam montanha acima. É possível locar a maior parte do que você precisa por lá, menos as roupas. Portanto, lembre-se de levar sua calça impermeável se pretende brincar na neve. Se você está só acompanhando algum fanático por esqui, corra pro restaurante. Um refugio quentinho com comida mediana, mas tem vista incrível, vinhos e patatas bravas que são bastante boas pra se divertir.



Vallnord é uma excelente opção pra quem pensa em estar próximo a uma cidade incrível. E Barcelona, ao contrário do que dizem, é bem mais gostosa no inverno. Tudo nessa época do ano tem menos fila, as Ramblas estão transitáveis e é possível ver tudo com mais calma. Não sinto falta das praias, que mesmo no verão são frias e nem tão bem frequentadas assim.



ESQUI EM BARCELONA, QUANTO CUSTA?


  • TRANSPORTE

Em 2012 o Renfe (trem) para La Molina não estava custando nada. Totalmente grátis. Para Andorra, será preciso um carro e você precisa de apenas uma diária.


  • EQUIPAMENTO


Locação de prancha de snowboard em Vallnord saiu por 35€. Se não tiver calças impermeáveis, luvas, óculos especiais e gorros, lembre-se de comprar tudo em Barça antes de partir. Existem lojas bem bacanas por lá, a Decathlon é um exemplo.


  • VALE A PENA?

Claro que vale. Especialmente se você quiser adicionar montanha nevada na sua trip. É um dia diferente pra quem nunca esquiou e um plus pra quem curte o esporte. O Rumo recomenda!

Boa viagem!
.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

COMPRAS NA FLÓRIDA: onde é melhor, Orlando ou Miami?


Uma das principais angústias minhas quando fui planejar a última ida a Flórida não foi o melhor dia para um parque ou qual região seria a melhor para me hospedar. A dúvida que não se calava era: é melhor comprar em Miami ou em Orlando?

Pesquisei a internet toda e quase ninguém se arrisca a dar uma opinião. Não entendi porque blogueiros têm tanto medo de passar suas impressões. Definitivamente, para o turista brasileiro padrão, Orlando é melhor destino de compras que Miami. Claro que tudo depende do que você vai comprar, mas como a maioria dos brasileiros que caem por lá querem mesmo é encher malas em outlets, comprar eletrônicos e levar uma ou outra coisa de marcas super premium, a terra dos parques leva de Miami o título de paraíso das compras.

Orlando é melhor porque tem shoppings mais confortáveis, é mais fácil estacionar, os outlets são mais calmos, organizados e o atendimento é melhor. Além disso, o preço dos eletrônicos é parecido e as roupas mais baratas. E não pense que Orlando tem menos opção que Miami, a cidade tem até mais lojas de grandes redes. Vamos às dicas para dias de compras mais divertidos e menos sofridos.


  • HOSPEDAGEM


É mais barato ficar hospedado em Orlando. A cidade tem uma mega rede de hotéis novos e com preços bem melhores que South Beach. Eu, sem querer, fiquei em um hotel quase dentro do melhor premium outlet da cidade. Foi um sucesso.

O nosso hotel ficava dentro da Marriott Village de Lake Buena Vista. Além de estar ao lado do complexo Disney e SeaWorld, bastavam 2 minutos no carro para estar dentro do Premium Outlet mais famoso de Orlando. Se você tivesse esquecido qualquer coisa, dava pra ir a pé ou gastar quase nada com taxi.

Onde ficar?
Fairfield Inn Lake Buena Vista


  • CARRO


O aluguel de carro nas duas cidades não tem muita diferença de preço. O que conta mesmo é a forma de fazer sua reserva, nada de ir direto ao balcão da locadora, corra para a internet ou ligue para uma central de reservas. Fiz tudo via telefone com uma empresa que atende em português. Eles reservaram nosso carro na Alamo. Como o preço estava bacana, resolvemos alugar um carro melhor para divertir mais na estrada entre Miami e Orlando.

Quem consegue bons preços em aluguel de carro?
Orlando Tickets Online: apesar do nome, eles reservam carros para Miami também. Peguei o meu carro em Miami e só devolvemos depois em Orlando. Tudo simples e bem barato.



  • PONTOS DE COMPRAS FAVORITOS


Outlets


Existem dois que são os mais famosos e pertecem a mesma rede de shoppings de descontos, conheci os dois e posso afirmar que o de Lake Buena vista é mais organizado e tem lojas melhores. Lembre-se de acessar o site deles e imprimir os cupons de desconto. Valem muito a pena!

Orlando Premium Outlets
8200 Vineland Avenue, Orlando, FL, Estados Unidos

Shoppings


Você não vai precisar de nada mais que o Florida Mall. Ele tem Apple Store, Abercrombie & Fitch, Aeropostale e todas as outras que não existem em outlets. Veja aqui o diretório completo de lojas.

Florida Mall
8001 South Orange Blossom Trail, Orlando, FL 32809

Eletrônicos


A dica é velha e você provavelmente já sabe dela. Mas não tem como fugir: Best Buy. É só achar a mais próxima de você e correr até lá. Sempre com atendimento bacana e estacionamento fácil.

Best Buy
Veja aqui todas as  lojas de Orlando


  • CONCLUSÃO...

A dica do Rumo ao Desconhecido é: vai pra Miami e Orlando? Aproveite a praia, as baladas e todos os restaurantes que Miami oferece. Não perca dias inteiros em shoppings e outlets, reserve dias de compra em Orlando que valem mais a pena e acabam se tornando uma opção a mais de diversão na terra do Mickey. Apesar de duvidar que você vai resistir às lojas de Miami, compre sempre pensando na próxima parada!

Boa viagem!
.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Pra onde levar amigos gringos em uma visita ao Brasil?

Uma das melhores coisas que a gente leva de uma temporada morando fora são os amigos que fazemos. Passada a fase intercambista, a vida segue, cada um volta pro seu país e chega um momento que os amigos acabam aparecendo pruma visitinha. Pois bem, já recebi nos últimos tempos amigos da Dinamarca e da Espanha. Com o verão brasileiro chegando e a terra brasilis na moda, tô pra receber mais um gringo. Quem vem agora é o Matti, um dos meus irmãos dos tempos de Dublin. Mattia é italiano de Verona e vem ao Brasil pela primeira vez. Legal, mas e aí? O que fazer com um gringo dos lados de cá? Qual a receita para transformar uma visita em uma mega trip? Eu sou do tipo que me preocupo em impressionar e quero que minha turma leve uma boa lembrança da minha terra. Pra isso tenho um roteiro que pode ser útil pra quem vai receber esse tipo de visita. Você pode até achar algumas coisas clichês, mas confesso que conheci muitos lugares só pra poder mostrar a esse pessoal e não me arrependi nem um pouco. Bora dar uma espiada no pedaço de Brasil que mostrei pra Vero, minha amiga de Astúrias?

ROTEIRO: METRÓPOLE / MATA ATLÂNTICA / CIDADE MARAVILHOSA

Montei um combo sudeste que foi infalível. A gringaiada entendeu que o Brasil tem cidade, a natureza é mesmo linda e porque chamam o Rio de Janeiro de marvelous city.


  • PARADA 1: SÃO PAULO



Como esta normalmente é a porta de entrada do Brasil e ia ter que passar por ali de qualquer jeito por causa do aeroporto, resolvi que seria uma boa ideia curtir a cidade por alguns dias. São Paulo é interessante pra mostrar que a gente tá no mundo.


  • O que mostrar?

. Museu do Futebol no Pacaembu
. Caminhada na Av. Paulista
. Centro financeiro (Bovespa)
. Torre Santander (ex-Banespa)
. Mercadão
. Parque do Ibirapuera
. Padarias: todas são incríveis pra eles
. Bares e restaurantes: vá ao Frevo da Oscar Freire, botecos da Vila Madalena, Itaim e coloque um restaurante mineiro na jogada (pura diversão um gringo comendo feijoada)
. Churrascaria: a Vento Haragano é uma boa. Espere que eles vão pedir pra bater uma foto com garçons em volta!


  • Quanto tempo em SP?

Passe 3 ou 4 dias, não mais que isso.


  • PARADA 2: PARATY (RJ)


Eu fiz a trip toda de carro e por isso fomos parando no caminho entre SP-Rio. Em Paraty reservei uma pousada de frente pro mar. Tudo muito simples e aconchegante, com clima de mato e cidade antiga. Paraty é interessante porque mistura história do Brasil com uma natureza de tirar o fôlego. O mar esmeralda, os escorregadores naturais e a cidade histórica vão ser inesquecíveis.

  • O que mostrar?

. Tour pela Mata Atlântica: você vai no melhor estilo Safari em um jipe. As paradas passam por alambiques, cachoeiras e vilarejos bem bacanas da Estrada Real.

. Passeio pelas ilhas: em um barco privado ou mesmo em um saveiro com mais gente. De todo jeito é divertido. O esmeralda do mar impressiona e pular do barco para chegar até uma ilha nadando é inesquecivel.

. Jantar no centro histórico: tem bastante restaurante bonitinho em Paraty. Encontre um e pare pra comer frutos do mar. Prefira os que tem extenso cardápio de caipirinha, é clichê mas é super divertido.


  • Quanto tempo em Paraty?

Quatro dias.


  • PARADA 3: RIO DE JANEIRO

Eu já conhecia uma dezena de capitais pelo mundo e ainda não tinha ido ao Rio de Janeiro. Fui para "apresentar" a cidade e acabei me surpreendendo (claro!). Depois dessa viagem, não passo muito tempo sem parar por lá.


  • O que mostrar?

. Combo gringo: Cristo / Pão de Açúcar / Ipanema / Copacabana

. Sambinha na Lapa: pode ir pegar uma balada no Rio Scenarium sem medo de errar.

. Barzinhos da Zona Sul: quase tudo em Ipanema e no Leblon.

. Projac: se voce tiver os meios, agende uma visita aos estúdios da Rede Globo. São impressionantes não só pros gringos quanto pra você também.

. Vôo de Asa Delta: vença o medo e voe da Pedra da Gavea. Só essa vista é mais bonita do que a do Corcovado.

. Favela: boa sorte com elas. É muito engraçado o fascínio que as favelas exercem sobre os gringos. Eles ficam loucos e querem por tudo na vida entrar numa dessas. Quando você passar na porta da Rocinha, prepare-se para ouvir suspiros! Eu cedi e entrei numa favela em SP, no Rio preferi gastar o tempo na praia.


  • Quanto tempo de Rio?

Rio precisa de pelo menos uma semana. Nada de economizar tempo. Tem o dia de curar a ressaca na praia, o de bater perna no centro e, pra quem gosta, caminhar pelo Jardim Botânico.



O combo entre São Paulo e Rio é excelente. Você vai conseguir mostrar um pedacinho do Brasil que mererce ser visto. Mas pode esperar, quem mais surpreende mesmo é o Rio. E é por isso que tendo somente uma semana disponivel, tô indo direto pra lá com o Matti.

Boa viagem!

Quer mais dicas do Rio? Dá uma olhada neste post aqui.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Nova York pela janela do Hotel

Volta e meia apareço aqui no Rumo, ou por novos destinos ou simplesmente por lembranças de um destino antigo. As imagens agora são de Nova York. Nada dos ângulos clichês, tô falando de um filminho de três minutos e pouco que conseguiu captar uns detalhes da cidade que só os observadores sacam. É como estar parado na janela do hotel olhando um ponto fixo e viajando no tempo. Eu sou meio assim, de olhar pessoas estranhas na rua e ficar pensando o que será feito de tanta gente que está perto de mim hoje e amanhã estarão, sei lá, na China. Viagens na maionese a parte, bora viajar pra NYC. Dá o play.


Mindrelic - Manhattan in motion from Mindrelic on Vimeo.


Se quiser conhecer quem fez, só seguir @mindrelic no twitter.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Como ir do aeroporto de Santiago para o centro da cidade?


Ainda estou a 3.500km de Santiago, mas já é hora de saber qual é a boa e quais são as roubadas para ir do aeroporto para o centro da cidade. As opções encontradas não são novidade nenhuma. Nada de trens com link com metrô e etc. A história funciona mesmo é na base do ônibus, van e taxi.

  • VAN
Por 11 dólares é possível contratar um van que vai te deixar na porta do hotel. Preço camarada se você estiver viajando sozinho. A dica é do blog Matraqueando. Aqui você consegue encontrar o tarifário  completo e quem faz o serviço


  • TÁXI
Pra ir no conforto do seu carro exclusivo, vc desembolsa 26 doletas. Nada mal se comparar com o que gasta para ir até Guarulhos em São Paulo. A dica de sempre é correr dos taxistas malucos que ficam pescando turistas e ir nos balcões de taxi oficiais onde os preços são fixos e tabelados.

  • ÔNIBUS
Você pode sentir a vibe da cidade logo de cara num busão até o centro. Vai gastar de 3,50 a 5 dólares. Aí é com você encarar ou não a empreitada.

Em uma viagem minha, sozinho, iria de ônibus até a cidade sem pensar duas vezes. Mas como estarei com minha mãe, a escolha vai pro taxi como opção mais confortável.

Estou terminando de montar o roteiro completo e em breve posto por aqui.

Pra quem já está indo, boa viagem!

Pra quem quiser dar uma olhada nas trips do Matraqueando, o link é esse.

sábado, 28 de maio de 2011

Turismo nerd. Destinació: Santiago de Chile

Acabei de decidir o destino desconhecido da vez. As férias de junho serão tipicamente de inverno, com direito a esqui, muito vinho e frutos do mar. Em 20 dias embarco em uma trip família com minha mãe para a capital chilena. Até aí, tudo como sempre faço. Nada de agência de turismo. Tudo resolvido via internet, seguindo dicas de fóruns, blogs e reservando hotel com direito aos descontos do Decolar.com.

A forma como fiz as reservas seguiram um padrão do que sempre faço, o que mudou foi o jeito de organizar as atrações no destino. Agora tá tudo funcionando na base do App. Ao invés de recorrer a guias de papel, comprei na App Store da Apple um guia virtual de Santiago publicado pela "Viagem e Turismo" e instalei no meu iPod. Uma grande surpresa!

Anteriormente já tinha utilizado aplicativos com fins turísticos, o Museu de História Natural de Nova York oferece um app grátis que deixa a visita muito mais fácil e existem outros 200 mais apps daquela cidade que vc deve instalar. A história com a trip de Santiago é diferente porque estou montando um roteiro dentro dele. Nada de papel ou agenda, vc lê sobre a atração e, se gostar, já pode escolher o dia que vai visitar, em que período desse dia e ainda adicionar comentários. Além da função roteiro, ele traz a opção de buscar pelo mapa o que tem de interessante perto de você. Handful, eh? Ainda não testei in loco para saber se todas as opções de geolocalização interativas funcionam, mas só de já poder conhecer atrações, bares e restaurantes e montar meu roteiro personalizado com eles já valeram os US$4,99 que paguei. Além de Santiago, também encontrei os guias editados pela Viagem e Turismo de Buenos Aires e Portugal.

Dá só uma olhada em algumas telas do aplicativo e prepare-se, quando você começar, não vai conseguir organizar suas viagens de outro jeito! Boa viagem!